Portal O Novo Oeste - Meu filho vai iniciar a vida escolar, e agora?
Portal O Novo Oeste
Copacol Supermercados

Meu filho vai iniciar a vida escolar, e agora?


11/02/2020

Meu filho vai iniciar a vida escolar, e agora?

O processo de adaptação é algo natural que o ser humano enfrenta em qualquer idade, sempre que se depara com uma mudança ou situação nova. Um dos momentos em que isso acontece é quando a criança vai à escola pela primeira vez. Imagine como é difícil para ela compreender esse processo aliado ao novo ambiente. Caso esse processo de adaptação não ocorra da forma adequada, pode deixar marcas como regressão a etapas anteriores do desenvolvimento, como por exemplo, ter necessidade de voltar a utilizar fraldas, mesmo depois de concluída a fase do desfralde.

Na Educação Infantil, a adaptação escolar ocorre de forma ainda mais intensa por ser o primeiro contato com pessoas que não fazem parte do seu ambiente familiar. É natural que enquanto pais, nós também nos perguntemos:

- Como será que meu filho vai reagir? Será que vai chorar? Como lidar com tudo isso?

Essa adaptação à rotina da escola e da nova professora, pode levar em média uma ou duas semanas, dependendo das vivências da criança em relação a ficar temporariamente longe de seus pais.

Para os pequenos de até dois anos, sua rotina deve ser preservada ao máximo. O diálogo entre família e educadores é importante para entender os hábitos da criança e minimizar mudanças na transição casa / instituição escolar. Manter o horário de sono que a criança realiza em casa também na escola, respeitando tanto o horário quanto a quantidade de tempo em que ela precisa dormir, é uma das estratégias para realizar o processo de adaptação de maneira mais confortável para a criança.

Por volta dos dois anos e meio, a criança já é capaz de associar as mudanças, ficando assim, mais fácil explicar o que está acontecendo para que os pequenos se sintam mais confortáveis e confiantes. Mais uma dica é buscar contextualizar a criança com os preparativos para ir à escola, como por exemplo, na hora de arrumar os materiais escolares na mochila.

Vale ressaltar que essa adaptação requer uma parceria afinada entre família e escola, já que a família deve transmitir segurança ao filho em relação à escola escolhida e a professora da turma. E a escola deve proporcionar um ambiente seguro e propício para o desenvolvimento das crianças em todas as suas fases, respeitando o seu tempo no processo de adaptação.

Além disso, é necessário deixar sempre claro para a criança que os pais voltarão para buscá-la, pois é de grande importância a despedida entre os pais e a criança, para que ela perceba que esse afastamento é temporário e que poderá se sentir segura e aproveitar esse momento na escola para brincar com outras crianças e aprender coisas novas.

Desta forma, a criança se sentirá segura se os pais também estiverem seguros e a adaptação será mais tranquila para a criança, que logo estará inserida na rotina da escola, participando ativamente das atividades desenvolvidas com entusiasmo.

Sicoob
eliane
Unica Faculdade
Cobb 2
Sicredi
Bortolato
Coopercaf